DigiForum, comunidade online de fotografia e equipamentos fotográficos. Desde 2004 não apenas uma referência, mas sim uma realidade. Mais de 1 milhão de pessoas já obtiveram respostas sobre fotografia em nosso site. Mensalmente somos visitados por mais 140.000 visitantes únicos mensais. São 1.400.000 pageviews mensais feitos por visitantes humanos (já descontados os bots). DigiForum, comunidade online de fotografia e equipamentos fotográficos. Desde 2004 não apenas uma referência, mas sim uma realidade. Mais de 1 milhão de pessoas já obtiveram respostas sobre fotografia em nosso site. Mensalmente somos visitados por mais 140.000 visitantes únicos mensais. São 1.400.000 pageviews mensais feitos por visitantes humanos (já descontados os bots).
 FAQ  • Regras  • Pesquisar  • Membros  • Grupos  • Staff  • Portal  • Twitter DF  • Facebook DF
Registrar  • Meu Perfil  • Entrar e ver Mensagens Particulares   • Galeria de Fotos   • Loja Virtual   • Login
 Entrevista: GUSTAVO MAZZAROLLO

Exibir próxima mensagem
Exibir mensagem anterior

Receber rss deste tópico
Responder Mensagem
Autor Mensagem

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 5:33 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Alguma experiência com Sapos que possa descrever?

Já vi reportagens muito interessantes, inclusive um rito de passagem e de purificação de tribos indígenas, onde inserem porções de veneno em partes do corpo humano feridas propositalmente para o ato.

Abs,

yeah

carluba
Usuário Senior
Usuário Senior

Avaliações Positivas4

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Terça-Feira, 20 de Novembro de 2007
Mensagens: 2727
Localização: Joinville - SC

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 6:56 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Gustavo, já há algum tempo que eu curto muito as suas fotos no FlickR e a exemplo da amiga em comum que temos (A Vera Wald de Porto Alegre) eu uso a S5 com Raynox, mas isso tem sido realmente muito trabalhoso e muiot trabalho perdido, coisa que por certo vc sabe muito bem como é, pois já usou esse tipo de "gambiarras", inclusive lentes invertidas.
Eu amo o mundo microscópico dos insetos! Pena que sou muito alérgica e não posso mais facilitar (Ai! Mutucas nunca mais!) e, por isso, não tenh me dedicado mais muito a isso.

Minha pergunta: com as lentes que vc usa atualmente qual tem sido o aproveitamento das fotos?
Se fosse para vc me indicar uma lente, considernado custo benefício, indicaria a MP-E 65mm ou a macro 100 mm USM? Minha câmera é a T1i também.

Parabéns pela entrevista e pelo show de qualdiade nas fotos!

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 7:08 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Carmem,

Que saudades de você ... tudo certo?
A sala ao menos está servindo para esta interação e para rever os amigos que no corre corre a gente não vê.
Bacana demais isto.

Vou aproveitar um comentário seu, inclusive para tirar uma dúvida.

carluba escreveu:
pois já usou esse tipo de "gambiarras", inclusive lentes invertidas


Na minha ignorância, um trabalho como este que o Gustavo mostra e tem o Bucci que nos concedeu uma entrevista aqui também que é craque no tema, não se consegue com lentes invertidas.

Lógico, eu não tenho nenhuma base para afirmar isto, é apenas uma opinião e inclusive uma dúvida.

Gostaria que o Gustavo falasse sobre isto também, é um assunto que muita gente que faz Macros comenta.

Beijão querida, apareça.

Peri.

yeah

Silvia Linhares
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas8

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 26 de Outubro de 2007
Mensagens: 1783
Localização: São Paulo

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 7:25 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Obrigada pela resposta...E pensar que aqui ela tem uma carinha até simpática.
Citação:
Essa provavelemente é da mesma espécie das que te incomodaram em Ubatuba:




Image
Bite I by Gustavo Mazzarollo, on Flickr


Se só incomodassem, estava bom. Minhas pernas ainda estão um horror, duas semanas depois. Passei alguns dias sem dormir direito nem poder colocar calça comprida de tanta coceira. Até febre eu tive. Eu e carluba, fomos as agraciadas, escolhidas por termos os melhores (Mr. Green) sangue do grupo. Carmen ficou pior ainda...

Mas você ia se acabar lá em Ubatuba de tanto "bichinho" prá fotografar...a gente só queria os passarinhos...

Embora minha praia seja outra, desejo uma lente macro e estou em dúvida... Para pequenas macros (flores, olhos, detalhes, abelhinhas sim, aranhas não...kkkkkkkkk etc) o que v. indica EF-S 60mm f/2.8 Macro USM Lens ou
EF 100mm f/2.8 USM Macro

E entre EF 100mm f/2.8 USM Macro Autofocus Lens e EF 100mm f/2.8L Macro IS USM Lens? O IS faria alguma diferença?

ROBSON BUCCI
Muito Participativo
Muito Participativo










Registrado em: Sábado, 13 de Janeiro de 2007
Mensagens: 985
Localização: São Paulo - Aclimação

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 8:03 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Ola meu amigo Gustavo venho acompanhando sua galeria e sempre é uma novidade parabéns.
Vamos a pergunta: Você poderia nos mostrar uma foto de seu equipamento completo que usa para retratar o mundo micro para que possamos ter uma idéia de como ele é?
Obrigado

gmazza
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Segunda-Feira, 20 de Julho de 2009
Mensagens: 1046
Localização: Teutonia - RS

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 10:32 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

peridapituba escreveu:
Alguma experiência com Sapos que possa descrever?

Já vi reportagens muito interessantes, inclusive um rito de passagem e de purificação de tribos indígenas, onde inserem porções de veneno em partes do corpo humano feridas propositalmente para o ato.


Com sapos não consegui ter um trabalho com consistência, os fotografos do sudeste tem acervos bem interessantes de sapos como o João P. Burini http://www.flickr.com/photos/techuser/ e o Robson Bucci http://www.flickr.com/photos/bucci10/

De fato já havia visto reportagens sobre rituais de passagem com uso de anfibios, no entanto trabalhei por 2 anos como médico em Rio Branco no Acre e não vi nenhum acidente com anfibios (embora vi vários outros acidentes com animais peçonhentos) esses rituais devem ser grupos bem isolados.

gmazza
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Segunda-Feira, 20 de Julho de 2009
Mensagens: 1046
Localização: Teutonia - RS

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 11:35 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

carluba escreveu:

Minha pergunta: com as lentes que vc usa atualmente qual tem sido o aproveitamento das fotos?


Oi Carluba, obrigado por ter passado aqui, o aproveitamento das fotos diz muito respeito ao aumento, quanto maior o aumento, mais fotos são perdidas, muitas vezes o DOF muito curto e algumas particularidades da exposição em grande aumento até convidam a uma fotos teste antes de iniciar a captura de fato. Outro fator importante é a iluminação auxiliar já que a MP-E começa a deixar o visor escuro a medida que extende (maior magnificação), depois que coloquei uns leds proximos a lente melhorou muito a taxa de acertos

carluba escreveu:

Se fosse para vc me indicar uma lente, considernado custo benefício, indicaria a MP-E 65mm ou a macro 100 mm USM? Minha câmera é a T1i também.


Depende o quanto perto deseja chegar, normalmente a maioria dos que conheço, e inclusive eu, inicia com a 100mm e lentamente vai se acostumando com aumentos maiores, mas, se você já está acostumada a aumentos grandes a MP-E satisfaz. A 100mm é uma manteiga para usar, permite trabalhar em várias distâncias e otimos close ups e tem uma boa distância de trabalho, faz chegar a várias conclusões sobre o tipo de flash a ser usado para as fotos, uma questão de aprendizado lento. A MP-E tem resultados opticos maravilhosos, apenas 9 elementos sendo 1 deles ultra dispersivo, no entanto é uma lente mais pesada, que se extende, não nem autofoco nem foco manual (o foco deve ser feito mexendo a câmera ou objeto fotografado para a frente e para trás) mas uma vez dominada os resultados são incotestáveis.

Se quizer um exemplo como funciona o foco no maior aumento hj de manhã fotografei esse aranho e fiz um filme de 30 seg (MP-E @ 3x, metade do aumento máximo que a lente proporciona.




Image
Male Spider Portrait by Gustavo Mazzarollo, on Flickr

Video:

http://www.youtube.com/watch?v=4MIPe8iFLAc

Mas lembre que esse cara foi MUITO cooperativo, tem um video da foto da namorada dele que fiz ontem, já teve mais agitação

http://www.youtube.com/watch?v=F2ehnlnDjPo

peridapituba escreveu:
Na minha ignorância, um trabalho como este que o Gustavo mostra e tem o Bucci que nos concedeu uma entrevista aqui também que é craque no tema, não se consegue com lentes invertidas.

Lógico, eu não tenho nenhuma base para afirmar isto, é apenas uma opinião e inclusive uma dúvida.


Oi Peri,

Lentes invertidas podem render ótimos trabalhos, desde que a montagem seja feita dentro de padrões de excelência, porém existem muitas fotos equivocadas com lentes invertidas, o sucesso do método depende muito de fatores como a qualidade da lente que vai ser usada invertida, e o modo como vai ser montada. É possivel por exemplo retirar a lente do kit em aprox 35mm e inverter na frente da baioneta diretamente, segurando com a mão, vai ser um aumento respeitável, no entanto a foto vai sofrer com problemas de alinhamento da lente e talvez até entrada de luz por frestas, sem falar no DOF que será curtissimo porque não permite fechar o diafragma no momento da foto. O sistema ideal de lente invertida seria perfeitamente alinhado, invertendo uma lente de boa qualidade e que permitisse manter os controles de abertura (coisa que pouca gente faz)

Esse cara usou um sistema com tubos e cabo de computador para preservar os controles eletronicos da lente, com resultados muito bons, sem falar que usou como lente invertida uma Canon EF 17-40 f/4 USM L

http://graemo.deviantart.com/art/reversed-EF-lens-macro-setup-7577372

Também é possivel inverter uma lente na frente de outra, nesse caso o controle de abertura fica a critério da primeira lente que é a que está montada na camera. Chegará a bom resultado ? Dependerá de novo da qualidade das lentes usadas e da eficiência do sistema de flash. yeah

panik
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Segunda-Feira, 3 de Mai de 2010
Mensagens: 1119

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 11:48 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Muito legal os filmes. me inscrevi Smile

Caso você não veja a pergunta que coloquei lá, você estava a que distância da aranha quando fez o filme ?

Não existe perigo dela atacar ?

Novamente parabéns. Acredito que você esteja entre os melhores fotografos deste tema.

Abraços,

gmazza
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Segunda-Feira, 20 de Julho de 2009
Mensagens: 1046
Localização: Teutonia - RS

 


MensagemEnviada: Dom Set 26, 2010 11:51 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Silvia Linhares escreveu:

Embora minha praia seja outra, desejo uma lente macro e estou em dúvida... Para pequenas macros (flores, olhos, detalhes, abelhinhas sim, aranhas não...kkkkkkkkk etc) o que v. indica EF-S 60mm f/2.8 Macro USM Lens ou
EF 100mm f/2.8 USM Macro

E entre EF 100mm f/2.8 USM Macro Autofocus Lens e EF 100mm f/2.8L Macro IS USM Lens? O IS faria alguma diferença?


Oi Silvia,

Dessas lentes apenas tenho a EF 100mm f/2.8 USM Macro, o que vou dizer das outras vem de outros amigos de foruns. A principio a 100mm classica e a EF-S 60mm são bem nítidas, não devendo haver muita diferença a 100mm é mais pesada porém permite uma distância de trabalho maior e um fundo mais "comprimido" em relação a 60mm que proporciona um fundo mais "grande angular" e uma menor distância de trabalho.

Em relação a versão "L" da 100mm tem um sistema de estabilização de imagem que dizem ser muito bom, para fotos em luz natural que tem exposição mais longa deve ser uma vantagem, para fotos controladas por flash (como essas que eu faço) não necessita estabilização de imagem. yeah

ROBSON BUCCI escreveu:
Vamos a pergunta: Você poderia nos mostrar uma foto de seu equipamento completo que usa para retratar o mundo micro para que possamos ter uma idéia de como ele é?
Obrigado


Oi Robson, obrigado pela pergunta, sem problemas, uma foto do equipamento:




Image
Flash bracket for Canon 580 EX II and Canon MP-E 65mm by Gustavo Mazzarollo, on Flickr

Tem uma coleção com todo o equipamento e todos os pormenores de cada instalação:

http://www.flickr.com/photos/gmazza/collections/72157622663331815/

Marcos Silveira
Muito Participativo
Muito Participativo

Avaliações Positivas7

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas1




Registrado em: Quinta-Feira, 4 de Dezembro de 2008
Mensagens: 581
Localização: Guaíba - RS

 


MensagemEnviada: Seg Set 27, 2010 2:23 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Cara, parabéns por essas excelentes fotos!

Eu utilizo aquele cubo extensor de 3 partes, o "clássico" que se encontra facilmente no ebay. O que você acha deles? E quanto ao fotógrafo que você comentou (e passou o link) que utiliza os cubos extensores, ele utiliza junto ao cubo uma lente invertida, é isso? Com isso, seria a utilização de 2 recursos de ampliação da imagem?

E pergunta final: Esse sistema de cabos pra preservar os controles eletrônicos da lente é MUITO interessante! Com isso, ele conseguiria além da fotometria o foco automático também?

Abraços e parabéns!

gmazza
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Segunda-Feira, 20 de Julho de 2009
Mensagens: 1046
Localização: Teutonia - RS

 


MensagemEnviada: Seg Set 27, 2010 6:55 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

panik escreveu:

Caso você não veja a pergunta que coloquei lá, você estava a que distância da aranha quando fez o filme ?


Oi Panik,

Esses retratos a 3x foram feitos a uma distância de 5cm

Marcos Silveira escreveu:

Eu utilizo aquele cubo extensor de 3 partes, o "clássico" que se encontra facilmente no ebay. O que você acha deles? E quanto ao fotógrafo que você comentou (e passou o link) que utiliza os cubos extensores, ele utiliza junto ao cubo uma lente invertida, é isso? Com isso, seria a utilização de 2 recursos de ampliação da imagem?


Oi Marcos,

A maneira classica de conseguir aumento é afastando a lente do plano fotografado, se você pegar a lente e inverter vair ter aumentos porque as lentes (principalmente grande angulares) são feitas para colocar um grande campo visual em um pequeno ponto no sensor (quando funcionando normalmente) invertendo elas passam a captar um pequeno ponto fora e ampliar no plano do sensor. Se você afastar uma lente que já está ampliando ainda mais a ampliação vai aumentar. (Mas os compromissos de perda de luz e diminuição da distância de trabalho também). yeah

Marcos Silveira escreveu:

E pergunta final: Esse sistema de cabos pra preservar os controles eletrônicos da lente é MUITO interessante! Com isso, ele conseguiria além da fotometria o foco automático também?


Não sei ao certo, a principio serviria para possibilitar o controle da abertura, mas as funções automáticas não sei como funciona com esse sistema.

Marcos Borges Filho
Veterano DigiForum
Veterano DigiForum

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sábado, 29 de Setembro de 2007
Mensagens: 5973
Localização: João Pessoa - Paraiba

 


MensagemEnviada: Seg Set 27, 2010 7:49 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Gustavo,

1) Qual a media de aproveitamento de fotos no seu caso? Muitas vezes um iniciante pode se frustar achando que perde muitas fotos. E, qual a dificuldade maior que um iniciante normalmente encontra?

2) Grandes pesquisadores como Alfred Wallace e Charles Darwin fundaram grande parte de suas teorias no estudo dos insetos. Recolheram muitos desses bichinhos e, principalmente o Wallace, que era homem de poucas posses, chegou a ganhar um bom dinheiro vendendo os insetos coletados em suas viagens para colecionadores. Pergunta: A fotografia macro de insetos hoje em dia, e a sua em especial, tem unicamente o carater de uma busca estética; ou também imagina um dia contribuir, de alguma maneira, com a ciência? Hoje ainda existem "colecionadores de insetos" (mesmo que grandes laboratórios) como no final do século XIX e início do XX dispostos a investir uma boa grana nesses bichinhos?

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Seg Set 27, 2010 9:45 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

gmazza escreveu:


Oi Peri,

Lentes invertidas podem render ótimos trabalhos, desde que a montagem seja feita dentro de padrões de excelência, porém existem muitas fotos equivocadas com lentes invertidas, o sucesso do método depende muito de fatores como a qualidade da lente que vai ser usada invertida, e o modo como vai ser montada. É possivel por exemplo retirar a lente do kit em aprox 35mm e inverter na frente da baioneta diretamente, segurando com a mão, vai ser um aumento respeitável, no entanto a foto vai sofrer com problemas de alinhamento da lente e talvez até entrada de luz por frestas, sem falar no DOF que será curtissimo porque não permite fechar o diafragma no momento da foto. O sistema ideal de lente invertida seria perfeitamente alinhado, invertendo uma lente de boa qualidade e que permitisse manter os controles de abertura (coisa que pouca gente faz)

Esse cara usou um sistema com tubos e cabo de computador para preservar os controles eletronicos da lente, com resultados muito bons, sem falar que usou como lente invertida uma Canon EF 17-40 f/4 USM L

http://graemo.deviantart.com/art/reversed-EF-lens-macro-setup-7577372

Também é possivel inverter uma lente na frente de outra, nesse caso o controle de abertura fica a critério da primeira lente que é a que está montada na camera. Chegará a bom resultado ? Dependerá de novo da qualidade das lentes usadas e da eficiência do sistema de flash. yeah


Aí que está, era onde eu queria chegar.

Acho que é melhor investir numa lente Macro de verdade (que foi projetada para esta função) e poder controlar melhor os resultados do que fazer uma gambiarra e TALVEZ ter um resultado satisfatório.

Digo isto quando se quer excelência no que faz.

Sua explicação disse tudo.

Abs, yeah

oz
Usuário Participativo
Usuário Participativo

Avaliações Positivas18

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Domingo, 20 de Junho de 2004
Mensagens: 301
Localização: Petrópolis - RJ

 


MensagemEnviada: Ter Set 28, 2010 9:45 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

simplesmente fantásticas suas fotos Gustavo,parabéns.

agora pergunto;

Por que a paixão pela fotografia?
O que a fotografia te dá que desperta tanta dedicação?

gmazza
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Segunda-Feira, 20 de Julho de 2009
Mensagens: 1046
Localização: Teutonia - RS

 


MensagemEnviada: Ter Set 28, 2010 1:24 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Marcos Borges Filho escreveu:

1) Qual a media de aproveitamento de fotos no seu caso? Muitas vezes um iniciante pode se frustar achando que perde muitas fotos. E, qual a dificuldade maior que um iniciante normalmente encontra?


Marcos, esse aqui foram aproximadamente 20 fotos:




Image
Chrysomelidae profile by Gustavo Mazzarollo, on Flickr




Image
Chrysomelidae_above_I by Gustavo Mazzarollo, on Flickr

6 deletei antes de baixar para o computador, das 14 que restaram uma é o perfil e outras duas juntei os pontos de melhor foco para conseguir a textura (uso aberturas o maior possível, para evitar o máximo a difração e economizar em tempo do flash), as restantes são regulares, mostram o animal mas tem pequenos problemas de antenas que ficaram fora do quadro inclinação que distrai etc...

Iniciantes, o maior problema que vejo nas fotos é a preocupação com resultados e pressa, as vezes faço 2 horas de busca sem encontrar nenhum inseto favorável a fotos, o aproveitamento bom das fotos é em parte pela seleção de insetos que já estão favoráveis a serem fotografados, se estiver no espirito de visitar a natureza, não tem problema em fazer buscas que não resultam em fotos, mas se estiver no espírito de chegar em casa com grandes fotos, uma caminhada de 2 horas sem retorno pode ser frustrante.

Tentativas de fazer logo de saída fotos que são muito difíceis (é comum ver fotos de animais pequenos e que se movem mal iluminadas, mal compostas, borradas pelo movimento). A linha de aprendizado ideal seria iniciar com aumentos menores e objetos inanimados e depois partir para coisas mais dificeis.

Outra coisa que joga contra quem está começando são os comentários recebidos quando uma foto é postada, normalmente em fotos de flores é possivel postar uma foto e receber um feedback de acordo com o que está errado. No entanto fotos de insetos vejo com muita frequencia a postagem de fotos com problemas receberem elogios e comentários do tipo "incrivel" coisa que alguns sabem filtrar mas outros de fato acreditam e se acomdodam pensado que as fotos estão boas.

Marcos Borges Filho escreveu:

2) Grandes pesquisadores como Alfred Wallace e Charles Darwin fundaram grande parte de suas teorias no estudo dos insetos. Recolheram muitos desses bichinhos e, principalmente o Wallace, que era homem de poucas posses, chegou a ganhar um bom dinheiro vendendo os insetos coletados em suas viagens para colecionadores. Pergunta: A fotografia macro de insetos hoje em dia, e a sua em especial, tem unicamente o carater de uma busca estética; ou também imagina um dia contribuir, de alguma maneira, com a ciência? Hoje ainda existem "colecionadores de insetos" (mesmo que grandes laboratórios) como no final do século XIX e início do XX dispostos a investir uma boa grana nesses bichinhos?


Naquela época era uma novidade, esses caras desbravaram uma fronteira, hoje, a maioria dos laboratórios de pesquisa já está equipada para seus estudos onde pode ser feito de forma muito mais organizada. Acho que esse tipo de fotografia tem um caráter mais recreativo do que cientifico. Já a questão dos colecionadores de insetos passa por uma mudança cultural, até a pouco tempo atrás haviam pessoas que colecionavam insetos mortos como borboletas e besouros. Hoje isso é visto negativamente de forma cada vez mais frequente e cada vez mais o pessoal está criando insetos vivos em casa (o que também é um problema, já que são retirados do habitat natural), tem gente criando tarantulas como animais de estimação e elas em alguns lugares no deserto do méxico estão em perigo, já que alguns capturam para venda. Outros colecionam louva-deus vivos, os mais exóticos e que também são retirados do lugar natural, que pode ser interessante do ponto de vista do humano, mas não é do ponto de vista do Louva-Deus.
Mostrar os tópicos anteriores:      
Publicidade
Parceiros DigiForum
Responder Mensagem


 Ir para:   



ao menos uma das palavras
todas as palavras
frase exata



Receber rss deste tópico
Exibir próxima mensagem
Exibir mensagem anterior
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB :: phpBB Group :: FI Theme (modified) :: Todos os horários são GMT - 3 Hours :: Spam Poison :: Spam Catcher