DigiForum, comunidade online de fotografia e equipamentos fotográficos. Desde 2004 não apenas uma referência, mas sim uma realidade. Mais de 1 milhão de pessoas já obtiveram respostas sobre fotografia em nosso site. Mensalmente somos visitados por mais 140.000 visitantes únicos mensais. São 1.400.000 pageviews mensais feitos por visitantes humanos (já descontados os bots). DigiForum, comunidade online de fotografia e equipamentos fotográficos. Desde 2004 não apenas uma referência, mas sim uma realidade. Mais de 1 milhão de pessoas já obtiveram respostas sobre fotografia em nosso site. Mensalmente somos visitados por mais 140.000 visitantes únicos mensais. São 1.400.000 pageviews mensais feitos por visitantes humanos (já descontados os bots).
 FAQ  • Regras  • Pesquisar  • Membros  • Grupos  • Staff  • Portal  • Twitter DF  • Facebook DF
Registrar  • Meu Perfil  • Entrar e ver Mensagens Particulares   • Galeria de Fotos   • Loja Virtual   • Login
 Entrevista: CARLUBA

Exibir próxima mensagem
Exibir mensagem anterior

Receber rss deste tópico
Responder Mensagem
Autor Mensagem

Marcos Borges Filho
Veterano DigiForum
Veterano DigiForum

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sábado, 29 de Setembro de 2007
Mensagens: 5973
Localização: João Pessoa - Paraiba

 


MensagemEnviada: Ter Jun 14, 2011 8:14 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo


Você gosta de viajar? Gosta da natureza? Gosta da vida? Gosta de fazer amigos? Se tem alguém que gosta disso tudo e integra tudo isso com uma paixão intensa pela fotografia essa é a Carluba (Carmen Lucia Bays). A partir desta quarta-feira (14/06) o Digiforum estará publicando um bate papo gostoso onde ela explica como prepara suas viagens fotográficas, como seleciona o equipamento que vai levar, nos mostra fotos impressionantes com seus beija-flores.... e nos proporciona um belo exemplo de resistência e amor pela vida.




Image



Editado pela última vez por Marcos Borges Filho em Qua Jun 29, 2011 10:00 am, num total de 2 vezes

Marcos Borges Filho
Veterano DigiForum
Veterano DigiForum

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sábado, 29 de Setembro de 2007
Mensagens: 5973
Localização: João Pessoa - Paraiba

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 2:36 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

1 - Carmen, fale um pouco sobre você e nos apresente uma foto sua para que possamos te conhecer melhor.[/b]

- Quem é Carluba? CARmen LUcia BAys Figueiredo. Idade? Com alegria: 47 anos! Gaúcha, porque nasci em Tapera/RS, mas catarinense de coração. Desde os 4 anos moro em SC. Moro em Joinville/SC, há quase 15 anos. Casada com Fernando há 25 anos (bodas de prata! Ufa!) e mãe do Fábio há 23 anos. Funcionária pública federal desde setembro de 1998. Antes disso, por períodos não tão longos, fui babá, office girl, secretária, professora de inglês e português e por bastante tempo fui bancária (Bradesco, Banespa e Caixa). Graduei-me em Letras, em Lages/SC, e fiz uma pós-graduação em Gramática e Produção de Textos, em Joinville/SC. Daí porque gosto tanto das palavras... sempre escrevo demais!!! Cursei um ano de Direito em 2005 e foi a única coisa que desisti de completar na vida e por uma razão muito especial que jamais me fez repensar em voltar para uma cadeira de faculdade novamente. Meu trabalho (numa Vara Federal) envolve o mundo jurídico o tempo todo. Gosto das palavras e abuso delas. Isso tem sido suficiente para aquilo que faço.
Diversifiquei bastante minhas atividades e as razões para essa diversidade são muitas, mas resumo assim: “mais pilas” a cada diversidade. Acredito que o meu dom sempre foi ensinar e a atividade que eu mais gostaria de ter desenvolvido é a de professora, mas os tais “pilas” fizeram-me tomar rumos diferentes.
Aprender a gostar de tudo o que faço foi o jeito que encontrei para me ajustar às diversidades, inclusive às adversidades.
Uma foto? Bom, por certo que não precisam conhecer cada ruga do meu rosto tampouco eu quero mostrar uma cara “photoshopada”. Então, para me conhecerem como eu sou, escolhi uma foto que mostra meu jeito alegre e “moleque” de ser, num lugar que eu planejei estar em abril de 2011: Parque Keukenhof, Lisse, Holanda.



Image


2 - Você é uma pessoa extremamente apaixonada por fotografia, como surgiu essa paixão?

- Na verdade acho que sempre sufoquei a minha paixão pela fotografia, porque não tinha como ter uma câmera fotográfica. Ficava maravilhada com imagens que eu via nos livros e revistas. Sonhava que um dia faria imagens lindas como as que eu via, mas deixei esse sonho adormecer durantes anos.
Também sempre sonhei que, ao me aposentar, seria a professora que sempre desejei ser (às vezes ainda desejo!), mas o fato é que havia outra paixão que adormecia em mim: a FOTOGRAFIA!
Essa paixão acordou quando ganhei a primeira câmera fotográfica, uma Premier, igualzinha a esta aqui:




Image

Todas as fotos do álbum de bebê do meu filho eu fiz com essa câmera. Juro, eu “tirava leite de pedra” com ela. Tenho momentos eternizados por causa dessa Premier, inclusive as primeiras viagens que fiz, como a para Fernando de Noronha em 2001, onde fiz fotos que só aumentaram o meu amor pela fotografia. Como esta, que é capa do livro de Claude Piron, “Vere aŭ fantazie”, em esperanto, vendido no mundo todo. A foto foi escolhida por Gersi Alfredo Bays, grande conhecedor (e defensor!) do Esperanto, proprietário da Editora Fonto, em Chapecó/SC, que publicou o livro. [url] http://katalogo.uea.org/katalogo.php?inf=3548[/url].
A foto foi utilizada inteira de modo que a contracapa é a segunda metade. É esta (foto digitalizada em loja de fotografia):




Image

A Premier acompanhou-me por muitos anos (não lembro que fim dei a ela!) e foi substituída, em 2002, por uma Canon EOS3000.


3 - Como se deu teu processo de amadurecimento na fotografia? E foi depois de realizar qual foto que você percebeu que sua fotografia estava alcançando um estágio satisfatório?

- Muito diferente da maioria, não sou uma estudiosa da fotografia. Com certeza, eu mais fotografei do que estudei. Deveria estudar mais! Assino e leio as revistas Fotografe Melhor e Técnica & Prática. Já li alguns livros com ensinamentos básicos de fotografia e pós-edição e, por amar a natureza (fauna e flora), comprei e li (e releio!) o livro do Luiz Claudio Marigo “Fotografia de Natureza”.
Todavia, eu aprendi muito e continuo aprendendo aqui, no Digiforum, com os amigos como você, o AlexandreS, a Silvia Linhares, o Godoy, o Aba, o Pikyto, o Peridapituba e tantos outros tão queridos que dividem conhecimentos e compartilham as fotografias neste espaço.
Difícil escolher a fotografia que me fez perceber que estava alcançando um estágio satisfatório. Nunca pensei nisso! Levei muitas “lambadas” no foto crítica e na extinta “Sala de Estudos Fotográficos”, mas que renderam resultados positivos. E acredito que a primeira foto satisfatória foi esta, que postei como resultado do exercício “o grande, o pequeno e o vazio”:




Image.

Creio que tenha sido esta foto, porque, enfim, alguém disse (salvo engano, o Peridapituba) que eu tinha cumprido muito bem o exercício do mês naquela extinta sala.
Agora eu acho que a marca satisfatória pessoal (meu gosto pessoal) se deu quando entendi o que era fotografar em planos e na época a foto que marcou foi esta:




Image.

Mais adiante contarei a história dessa fotografia.


4 - Qual a importância de um forum de fotografia, como o Digiforum, na sua evolução fotográfica?

- Creio que já respondi, em parte, no item anterior. Eu posso dizer que para mim um fórum de fotografia não é importante. É F U N D A M E N T A L. E o Digiforum tem tudo a ver com a minha evolução fotográfica. E vocês, meus amigos do DF (alguns já conhecidos pessoalmente), “são eternamente responsáveis por me cativarem” e me manterem nesse processo de aprendizado coletivo e contínuo.


5 - Você é uma fotógrafa amadora no que pode haver de mais radical nesse termo. Já pensou em ganhar dinheiro com suas fotos?

- Sem dúvida, sou totalmente amadora, no sentido estrito da palavra: aquele que ama. Fotografa por amor. Ponto.


6 - O que te dá prazer em fotografar?

- Algumas vezes eu expressei que minhas câmeras são meus psicólogos e cada “psicólogo” com a sua especialidade. Então, eu só fotografo o que me faz sentir melhor. O que mais me dá prazer é tudo aquilo que é colorido e que inclua a natureza, especialmente as flores e os animais.


7 - O que te inspira na hora de clicar?

- “O que meus olhos veem e meu coração sente” e, por isso, o meu dedo indicador fica inquieto!


8 - Você transita entre vários estilos fotográficos (paisagens, macros, aves,...) sem a menor dificuldade?

- Não, não tenho dificuldade em transitar entre esses estilos fotográficos, porque quando a paixão é forte não há obstáculos e tudo vira um misto de alegria, prazer, amor, história e um mundo de cores que me deixam extasiada de emoção.
Agora, transitar para foto de pessoas eu tenho muita dificuldade e ainda não tive a menor vontade de aprender mais sobre retratos, luz, flashes, sombrinhas e essa parafernália toda necessária para uma boa foto. Fotos de pessoas eu faço apenas trivialmente para registrar momentos.


9 - Quais os fotógrafos que te influenciaram? E Por quê?

- Todos os amigos do Dogiforum. Por quê? A palavra “amigos” justifica.
E Luiz Claudio Marigo, porque me identifico com a fotografia de natureza que ele faz com maestria.


10 - Nos apresente pelo menos duas fotos suas que você não cansa de admirar? E por quê?

- A foto que mais admiro e que emociona demais é esta dos girassóis. Ofereço-a meu irmão, Marcos Bays (in memoriam). Foi ele que, por saber da minha paixão por fotografia, me colocou diante dessa linda plantação de girassóis em Cláudia/MT, em abril de 2004, e disse que eu faria ali a foto mais linda da minha vida. Então, esta será sempre a minha foto mais bela e a que marca minha vida de um jeito que não tenho palavras para explicar.




Image

- E esta foto do beija-flor tomando sol na minha sacada, em julho de 2010. Quando vejo a foto, relembro de como ele fez as poses diversas nesse dia e parecia que tudo o que ele queria era me fazer feliz. Parecia que ele sabia que eu “estava dodói”. Fazia 12 dias que eu tinha feito minha segunda cirurgia na mama. Tenho muito a agradecer a este beija-flor. Ele, assim como a força dos amigos aqui, ajudou-me muito num momento mais difícil.




Image


11 - Duas fotos de terceiros que te deixam de queixo caído? E por quê?

- Bom, parafraseando, “as outras fotos bonitas que me perdoem, mas escolher é fundamental”.

- Estes girassóis, por Silvia Linhares:




Image

A foto não derruba o meu queixo, e sim “derruba água” dos meus olhos. Não tenho como não ficar com os olhos marejados pela emoção. E se uma foto emociona, a sua força se sobrepõe a tudo.
A Silvia fez a foto para mim e não preciso de mais razões para gostar tanto dessa foto.

- E a foto do AlexandreS “segurança”.




Image

Esta foto representa muito mais que a segurança do bebê. Ela é vida em emoção. É vida pura. É vida sem descaso. É vida que segue o curso do tempo. É vida que se renova de geração em geração. É, enfim, uma foto que para mim representa a continuidade.


12 - Qual seu equipamento e o porquê desse equipamento?

- Que tal usar um bom plural aqui? rs...
a) Canon EOS3000 (lente 35-80 mm) – para uso cada vez mais esporádico de filme 135 mm.
b) Sony R1 – para paisagens. Minha companheira de viagem desde abril de 2006 (com tropeços e troca em abril de 2010). Adoro as cores, a lente clara Carl Zeiss de 24-120 mm e as milhares de fotos coloridas que ela já fez. As paisagens que ela faz são as que mais gosto.
c) Canon G7 – para fazer macros com a lente Vivitar 50 mm invertida. A G7 substituiu a minha primeira digital compacta Canon A300, que estragou e não teve conserto. Atualmente uso pouco por estar com um defeito no zoom.
d) Canon S5 – para fotos de todas as ocasiões. Ela faz macro, faz paisagem, faz foto de tudo o que gosto, é a minha paixão. É a que me entrega as fotos mais prontas. Praticamente não edito as fotos feitas com ela.
e) Canon T1i (lentes Canon 18-55 mm, 55-250mm, 100-300 mm, 28-135 mm e 50 mm, 1.8) - para entrar no mundo das DSLR. Ainda tenho muito para aprender com ela e as lentes.
f) Canon SX30 – para fotografar as coisas mais distantes com seus 35x de zoom ótico.
g) Canon SX200 – foi “quebra-galho” na viagem do ano passado após ter ficado sem a minha R1 logo no início da viagem. Agora ela é minha “saboneteira” e é a “câmera minha de cada dia” para carregar na bolsa.
h) Mais um monte de “cacaredo” para brincar “tabajaramente”.


13 - Como o equipamento que você usa influi no tipo de foto que você faz?

- Com certeza que o equipamento influi. Não há como comparar o potencial entre tipos diferentes de equipamentos.
No meu caso, como disse antes, minhas câmeras são meus psicólogos e cada “psicólogo” com a sua especialidade. Especialidades essas descritas no item 12.


14 - Qual a importância da edição para suas fotos?

- Eu sou do tipo preguiça e do tipo “eu não tenho tempo”. Se eu pudesse fazia todas as fotos como faço com a Canon S5, que me dá fotos muito do jeito que gosto. Nada contra a edição! Edito parte de minhas fotos, mas também posto muitas sem edição nenhuma porque gosto do jeito que estão.
Não fotografo em RAW, porque não sei ficar fazendo muitas edições e conversões, além de não ter tanto espaço assim para arquivos em RAW. Dia desses eu compro alguns TB para ampliar o meu computador ou mesmo alguns HD externos com bastante capacidade. Coisa que estou deixando para segundo plano. Para o que eu faço, RAW ainda não faz falta, embora todos me dizem que é simples e que quando eu começar não vou mais fotografar em JPEG. Não duvido! Um dia entro no mundo RAW.


15 - Você é uma pessoa que viaja sempre que tem possibilidade. Como define o equipamento que vai levar em cada uma dessas viagens?

- Depois de um incidente desagradável no ano passado, definir o equipamento para viagens turísticas tem de ser mais prático. Nada de muitas lentes no dia-a-dia. Então, a Sony R1 é a companheira ideal e a SX30 fez muito bem seu papel na última viagem para usá-la em lugares em que não me sentia segura.
Como eu queria fazer fotos das flores no Parque Keukenhof (Lisse, na Holanda), levei também a T1i com as lentes básicas 18-55 e 55-250 e a 50tinha. Acabei usando a T1i em alguns outros lugares que a segurança era maior, como na Alemanha.
Ah! Levei também a “saboneteira” (SX200) para ficar no colo enquanto eu dirigia. Aí era fácil dar uma paradinha rápida e fazer um clique pela janela.


16 - A fotografia é determinante na definição dos roteiros de suas viagens? Como você define esses roteiros?

- Nunca pensei em viajar, mas quando comecei percebi que é um jeito de esquecer e relaxar totalmente do estresse do dia-a-dia. Chego a esquecer que trabalho e curto muito ver lugares diferentes e inúmeros monumentos históricos. As paisagens pelo mundo, e nisso incluo o Brasil, são muito belas.
Quase sem querer e mais pela intuição, a fotografia praticamente determina meus roteiros de viagem. Para defini-los faço muita pesquisa pela Internet e depois de definidas as cidades (ou países), defino os lugares de acordo com informações turísticas, fotos, mapas e meio de transporte. Faço minhas escolhas antecipadamente e durante a viagem procuro seguir o roteiro dia a dia. Se algum lugar não vale a pena, bola para frente rumo ao próximo, assim como se um lugar está bom demais e precisa mais tempo, esquecer parte do plano e curtir o que está bom. Já aconteceu de ter programado ficar uma hora num parque (Greenwich Park, em Londres) e ficar lá mais de cinco. Aí ficou lugar sem conhecer, que fica para um futuro roteiro, se for possível.


17 - Falta de segurança na hora de fotografar é um problema com o qual nos deparamos só no Brasil?

- Não há duvida: a insegurança é um problema em todos os lugares. Escrevi no meu blog, que está em construção (http://carluba-viagenscarmenbays.blogspot.com/2011/05/um-pouco-sobre-costa-azul-e-informacoes.html), o seguinte:
“Por um infortúnio, fui assaltada em Barcelona, no portão de saída do Estádio do Barcelona Futebol Clube, e levaram minha Sony R1. Portanto, quem for a Barcelona, evite ou tome muito cuidado em lugares com muita gente, especialmente na Sagrada Família, nas Las Ramblas e no tal estádio. Conto o fato apenas para alertar as pessoas. Quem pensa que a Europa é país de primeiro mundo, pode esquecer: os bons tempos já se foram”.
Cuidado nunca é demais!


18 - Duas fotos de suas viagens que muito te marcaram?

- Estar no Parque Keukenhof, em Lisse, na Holanda, cumprindo a promessa de estar lá em abril de 2011, como uma forma de agradecer a Deus por estar bem de saúde, é o que posso dizer que mais me marcará para sempre. Tem quem faça promessa do tipo subir uma escadaria de igreja de joelho ou qualquer coisa que lembre sacrifício. E sou do tipo que promete ver e fotografar as coisas lindas que Deus tem para me mostrar. E uma foto que represente isso, são as plantações de flores:




Image

Outra foto que me marca muito é esta, que fiz em Zermatt, na Suíça, em abril de 2010. Fotografar uma montanha cheia de neve (esta montanha é Matterhorn) foi um sonho realizado. Andar num teleférico sobre as montanhas foi a sensação mais maravilhosa que senti na vida. Onde eu estava, o termômetro marcava -11ºC, mas a emoção era tanta que esquecia do frio.




Image


19 - Entre as fotos que você gosta de fazer incluem-se as macros. Poste uma bela macro feita por você, e nos conte qual o equipamento utilizado?




Image

Foto feita com a Camera Canon G7, usando uma lente Vivitar 50 mm invertida. Utilizei um copinho de cristal com água e óleo de soja, mexia o óleo com um palito para separar as gotas e fazia os cliques. Embaixo do copo colocava coisas com cores diferentes para diversificar. Renderam algumas fotos bem interessantes, inclusive algumas que se parecem com planetas, mas essa é a que mais gostei.
Apenas redimensionei a foto, sem fazer nenhuma outra alteração no Photoshop.
Nunca divulguei a foto antes, porque sempre pensei em participar de algum concurso de papel parede, mas achei que ocasião aqui, com os amigos, vale mais que qualquer concurso.
Foto do equipamento:




Image



Image


20 - Sabemos que idealmente sensibilidade e técnica devem andar juntas, mas como é complicado alcançar o ideal sempre se tende mais para um lado ou para o outro. Então: o que é mais forte em sua fotografia: sensibilidade ou técnica?

- Sem dúvida, a sensibilidade.


21 - Vai em busca da foto ou a foto te encontra no meio do caminho?

- Eu busco a fotografia e sou capaz de ficar duas horas atrás de uma borboleta. Mas, muitas vezes, a foto me encontra no meio do caminho. Tem vezes que busco a fotografia na minha sacada e aí, é claro, o caminho é muito curto para que ela me encontre antes do destino... rs... Ainda assim, buscando fotos de beija-flores na sacada, deparo-me com belíssimas cambacicas. Exemplo de fotos na minha sacada são as lindas poses do beija-flor, sentadinho no galhinho seco que coloco para ele, perto do bebedouro. Vejam no meu FlickR.


22 - Gosta de ser fotografada? Ou em casa de ferreiro o espeto é de pau?

- Nunca pensei no fato de gostar ou não de ser fotografada. E já que me fizeram pensar nisso... posso garantir uma coisa: não gosto de ver minhas rugas aumentando a cada ano... rs..., mas não me importo em ser fotografada. Adoro, no entanto, de me ver nos lugares que gosto de estar. Em viagens, eu chego a pedir para me fotografarem em alguns lugares ou momentos. Sabe quando alguém pede para você fotografá-lo e depois só dizem “obrigado”? Muitas vezes eu respondo com tom de brincadeira: “foi um prazer fotografá-lo, mas também quero!”


23 - Os que te conhecem mais de perto sabem de sua força, sabem como você vem enfrentando e vencendo problemas de saúde sem nunca descuidar das pessoas e das coisas que você gosta. A fotografia tem alguma importância nessas suas vitórias? O que uma guerreira, vitoriosa e exemplo de pessoa para seus amigos, tem a dizer para todos nós que invariavelmente enfrentamos dificuldades no nosso dia a dia?

- Quem disse que nunca descuidei das pessoas e das coisas que gosto? Sim, já me descuidei disso algumas vezes. Cheguei a ficar uns três meses sem acessar nenhum fórum de fotografia. Isso foi entre o final de dezembro de 2008 e início de 2009. Não sou de ferro, não! Nessa época, há menos de um ano da primeira cirurgia, eu tive que passar por exames invasivos, que me deixaram com hematomas e o resultado da biópsia apontava que eu teria que passar por outra cirurgia, o que posterguei o máximo que pude. Cirurgia essa que fiz em junho de 2010. Fiquei triste e chateada por um bom tempo.

- Confesso: foi justamente a fotografia que me fez ver o mundo mais colorido de novo. Eis a razão de eu gostar tanto das cores nas fotos. Raramente verão fotos minhas em preto e branco ou de situações tristes. Não gostei de ter vivido triste em alguns períodos. Por alguma razão, a foto em preto e branco me lembra tristeza. Prefiro mesmo minha vida bem colorida e, por esse motivo, minhas fotos tendem a ser coloridas.

- Eu, “uma guerreira, vitoriosa e exemplo de pessoa para seus amigos”? Fico lisonjeada por saber que há quem pense assim a meu respeito. E o que tenho a dizer sobre isso é que entendi que a vida se encarrega de alguns acontecimentos que não desejamos tampouco esperamos e, justamente por isso, temos dificuldade para entender a razão desses acontecimentos. Enquanto ficarmos tentando entendê-los, ficaremos tristes e questionando: “Por que eu? Por que comigo? O que foi que eu fiz para merecer isso?”
Posso lhes garantir que não há respostas para essas perguntas. Então, não há razão por que usar o nosso precioso tempo com perguntas sem respostas. Como diz Zig ziglar (um autor americano que leio muito): “Não é o que lhe acontece, mas como enfrenta o que acontece que faz a diferença”. Entendi que o primeiro passo é reconhecer que se tem um problema; o segundo, é aceitar a responsabilidade por buscar a solução desse problema. Entendi também que a FÉ torna a solução mais palpável, mas que apenas a fé não é suficiente. Temos de fazer a nossa parte! E minha parte eu fiz e faço! Procurei ajuda de pessoas capacitadas e, antes que fosse tarde demais, eu fiz todos os procedimentos necessários para ficar bem de novo. Sei, no entanto, que preciso ser uma escoteira: “SEMPRE ALERTA”.

- E, claro, devo muito à fotografia. E aqui cabe lhes contar a história da foto do aquarelista e a moça da praia.
Como fotografo por paixão e paixão “nos empurra” e dá coragem, essa foto foi fruto disso. Andando pela praia em Jurerê/SC (08/12/2008), vi de longe a cena do moço pintando em aquarela. Passei por ele, parei, criei coragem e voltei, e aí: “Moço, permite que eu faça uma foto de suas mãos fazendo esta obra de arte com a praia de fundo?” Enquadrei a moça junto na foto como segundo plano sem saber que ele a desenhou quando ela estava sentada na cadeira de frente para ele. Depois da foto, a moça levantou e veio falar comigo. Conversamos por mais de duas horas. Ela viu meus hematomas nas mamas pelos procedimentos invasivos que tive de fazer no final de novembro/08 e perguntou o que tinha acontecido. Inacreditável! Ela teve um problema de saúde que havia começado exatamente como o meu, 5 anos antes. Contou a história dela e ela teve recidiva com tumor maligno e metástases 3 anos depois da primeira cirurgia e há dois anos estava em procedimentos de reconstituição das duas mamas. Isso depois de todo o tratamento com quimioterapia e radioterapia. Está bem graças a coragem de se submeter às diversas cirurgias e tratamentos intensos e a fé que tem. Contou-me a história e disse que não estava contando para me deixar preocupada, mas para me alertar que o dia em que o meu médico pedir para eu voltar em um ano, é para trocar de médico, pois, se ela tivesse seguido a primeira orientação de controle de seis em seis meses, não teria passado pelo que passou.
Por uma paixão pela fotografia eu recebi talvez o conselho mais sensato que alguém, pela própria experiência, poderia me dar. Ela me disse e pediu que eu dissesse para todas as mulheres: esteja sempre alerta!
Eu estendo isso a todos os homens: alerte sempre sua mãe, sua irmã, sua filha, sua esposa, a mãe de seus filhos, suas amigas. Todos os anos milhares de mulheres brasileiras são diagnosticadas com um problema de mamas, mas se descoberto no início tem 90% de chance de cura!

Veja mais em: [url] http://www.webartigos.com/articles/52015/1/Cancer-de-Mama---O-Mal-Silencioso/pagina1.html[/url]

O meu problema foi parecido com o de Fátima Bernardes (e na mesma época), mas o meu num estágio bem crítico, com células modificadas (hiperplasia ductal atípica, do tipo proliferativa e florida) e foi diagnosticado como pré-maligno.
Fátima Bernardes compartilhou o problema dela para servir de alerta para as mulheres. http://www.jornallivre.com.br/31636/cancer-de-mama-pode-ate-matar.html.
É importante dividir com os outros o problema que se tem, pois, além de nos tornarmos mais fortes com a força dos outros, podemos alertar outras pessoas.
Hoje compartilho um pouco da minha história, porque eu sou uma mulher que entende há muito tempo a importância do autoexame e da importância dos exames de rotina, com médico especialista. Não fosse isso, não sei se estaria aqui hoje, participando desta entrevista e compartilhando também um pouco do colorido de minhas fotos.


24 - Algo mais que você gostaria de falar que não lhe foi perguntado?

- Gente! Que susto eu levei com o convite para esta entrevista! Pensei realmente em dizer não por achar que há tantas outras pessoas no DF bem mais envolvidas com a fotografia do que eu. Posso garantir: a Silvia Linhares é a “culpada” por me fazer excluir a MP em que dizia não para o meu amigo Marcos. E cá estou!
Obrigada, Marcos Borges Filho e Silvia Linhares: ele pelo convite e ela pela força e incentivo! Obrigada à administração, aos moderadores e membros do Digiforum. Este espaço é maravilhoso e aqui tem sido uma parte da minha casa, um lugar para fazer amigos, brincando de aprender um pouco sobre a fotografia.

Silvia Linhares
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas8

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 26 de Outubro de 2007
Mensagens: 1783
Localização: São Paulo

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 10:42 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Quando se trata da Carmen, Carmencita, Cá, como eu a chamo, não dá prá falar pouco.

Acredito que cada alma desce ao mundo com um script pré-definido, e a Carmen e eu estávamos destinadas a nos conhecer. Eu a chamo também de minha amiga Girassolzinho. Ela é puro girassol, iluminada, alegre, de bem com a vida, apesar de todas as adversidades que enfrentou e enfrenta, ajuda todos no forum com uma palavra de carinho, incentivo e eu tive o prazer de conhecê-la pessoalmente. Ela é isso mesmo que escreve. Fala pelos cotovelos (ganha de mim) kkkkkkkkkkk, mas tem o coração mais generoso que eu conheço.

Emocionei porque ela escolheu aquela foto como destaque - são os olhinhos dela brilhando. Fui para o Ibirapuera durante o Festival de Jardins para fazer aquela foto especialmente para ela. Carmen adora me fazer chorar - durante minha entrevista aqui no DGF, a pergunta dela me fez cair em choro e soluços por horas...

Eu a chamo de Girassolzinho, por conta da história que ela contou aqui, mas tem mais, fizemos um amigo secreto em que cada um presenteava o sorteado (graças ao nnato, que achou um site legal para isso) com uma imagem. Eu tirei ela, mas ela não me tirou. Fotografei todas as luminárias com papai-noel da Paulista (ela esqueceu de dizer - adora luminárias) para ela, inclusive a com Feliz Natal em alemão, origem familiar da minha querida amiga. Ela não me tirou, mas sentiu tanta afinidade comigo que me presenteou com um poster (que enfeita minha casa até hoje) da foto de girassol que tirou junto com o querido irmão que já se foi. E veio com uma cartinha linda.

Fiquei tão emocionada na época que nosso apego cresceu mais ainda, cheguei à conclusão que somos almas irmãs. Na época, ela esteve rapidamente em São Paulo e nos conhecemos pessoalmente, uma pizza e uma noite foi pouco para colocarmos nossa amizade em dia. Sentimos que tinha muito por vir.

Um amigo, até a época só virtual do Digiforum, o Godoy, nos convidou para o Ubatuba Birdwatching, então ela veio e fomos juntas. Quando chegou em Sampa tive a honra de hospedá-la em minha casa. Ubatuba mudou a minha vida, virei birdwatcher e minha afinidade com a Carmen aumentou. Lá acordamos de madrugada para fotografar o alvorecer, clicamos juntos e nos extasiamos com a natureza do lugar.

Depois disso nossa amizade cresceu mais ainda. A gente troca minhares de informações, por e-mail, pelo DGF, conversa no skipe. Vamos em agosto juntas para o Pantanal, (o Luiz Cláudio Marigo que nos aguarde, pois vamos arrasar e a Nat Geo pode reservar duas vagas para as novas fotógrafas kkkkkkkk ), só que dessa vez quem esquematizou o plano de viagem fui eu. Chama-se Plano Tuiuiu...imaginem o que vem por aí.

Para quem não sabe a Carmen é uma encatadora de borboletas e beija-flores e eu tenho a prova disso...




Image
A encantadora de beija-flores e borboletas - Ubatuba Birdwatching por Silvia Linhares, no Flickr

Além do mais, ela se reconhece como a maior micona do pedaço, a última é engraçadíssima, ela estava fechando, por e-mail, cotação de aluguel de carro para a gente circular no Pantanal, respondeu um e-mail personalíssimo para mim, inclusive comentando outros orçamentos que fez, detalhe ao enviar, ao invés de vir prá mim, foi parar numa das locadoras...fiquei só imaginando a cara dos caras...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Ficaria horas aqui falando dela, com certeza. Só posso dizer que sou muito feliz por tê-la como grande amiga. E o mundo seria muito mais feliz se existissem mais pessoas como ela.

Bom, tenho que fazer perguntinha. Tem uma coisa que eu não sei dela: porque esse apreço tão grande em clicar luminárias? São tantas que já até sugeri a ela um fotolivro sobre luminárias.

carluba
Usuário Senior
Usuário Senior

Avaliações Positivas4

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Terça-Feira, 20 de Novembro de 2007
Mensagens: 2727
Localização: Joinville - SC

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 11:45 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Silvia Linhares, obrigada, maninha do coração! Sim, por certo estava escrito nos conhecermos e criarmos esse elo de sentimento tão nobre que é o da amizade. Obrigada pela sua amizade.
Também tenho muito o que falar sobre você, mas neste momento preciso me ater aos comentários e perguntinha que me fez.

Primeiro, não adoro te fazer chorar... Afinal, que posso eu fazer se você é a emoção em pessoa??? kkkkkk Você é que me fez chorar horas quando fez essa foto de girassóis para mim. Você sabe o quanto os girassóis são importantes na minha vida. E cá estou agora com os olhos marejados de novo. Mas chorar de emoção é como lavar a alma e sentir muito bem depois. E esse momento depois é uma sensação que palavras não explicam. Como diz Zig Ziglar: “Felicidade é o que você sente depois de um ato”. Então, acho que o que se sente depois do ato de chorar de emoção é isto: FELICIDADE.

E trocando a conversa para os micos... é isso mesmo: devo ser a maior micona que existe. E a do e-mail para a locadora não foi a última. Fiz uma no consultório do médico segunda em POA que me deixou bege...aff!!! Depois do exame físico, levantei daquele “aposento médico” e estava na parte superior apenas com aquela espécie de avental, aberto na frente, e, em vez de me vestir, saí da sala com as mãos sobre as mamas... kkkkk... como se dali eu fosse embora assim mesmo... Imaginem a cena! O médico, vendo minha total desatenção, disse: “pode se vestir agora”. Devo ter ficado um tomate de vergonha e agora já posso rir pra caramba da situação. E assim é quase todos os dias: um mico aqui e outro acolá.

Encantadora de borboletas e beija-flores? Será?! Você consegue fazer o que faço com borboletas e beija-flores. É apenas treino e carinho pelo que é da natureza!

O Plano Tuiuiú está magnífico! Enfim, farei um passeio em que não sou eu a montar o roteiro! Que folga!

Citação:
Bom, tenho que fazer perguntinha. Tem uma coisa que eu não sei dela: porque esse apreço tão grande em clicar luminárias? São tantas que já até sugeri a ela um fotolivro sobre luminárias.


Uma excelente pergunta: NÃO SEI! rs... Talvez seja pelo fato de que, nas imagens que via em revistas e livros antigamente, meus olhos sempre se deliciavam com luminárias. Ou seria porque na minha casa não tinha luz naquela época e eu gostava do lampião a querosene? Talvez “um psicólogo aqui” possa dar a resposta... rs... É que a razão de gostar tanto de luminárias eu, de fato, não sei. Gosto e ponto.
E a que mais gosto é esta aqui, que fotografei no final de uma tarde, no Palácio Real, em Madrid.



Image
DSC02014 por carluba64, no Flickr

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 12:18 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

A fotografia me proprocionou muitas coisas e uma delas foi conhecer a Carmem há alguns anos atrás.

Além de encantadora tem uma força incrível.

Levei um baque imenso quando ela relatou alguns problemas que passava na época, mas mesmo assim, sempre mostrou dedicação com ela mesmo, com os amigos e com a família.

Depois relatou-nos alguns problemas que estava tendo com o filho (coisa familiar que todos passam) e mais uma vez demonstrou serenidade e força de uma guerreira.

Isto só fez aumentar miha admiração e respeito por ela.

Existem pessoas que entram no nosso caminho como que colocadas por algo maior, e dentre as que entraram no meu está a Carmem.

Ultimamente estamos um pouco afastados em virtude de freqüentarmos salas distintas devido às marcas que usamos, mas estamos sempre nos encontrando e eu acompanho-a via Flickr.

Carmem, saiba que vc tem um amigo distante, que muito lhe quer bem e que continua sendo surpreendido com sua atitude, principalmente, perante à vida ... perante a sua vida e todo o esforço que vc tem feito para se manter alegre e serena, como vc sempre foi.

Eu fico até emocionado lhe dizendo isto, mas vc é, para mim, igual aos beija-flores que vc tanto ama.

Bela, suave e elegante, seja fotografando, seja vivendo.

Um beijo fraterno, querida.

Peri.

yeah

PS: Depois eu volto com a pergunta. Mr. Green

pmenge
Veterano DigiForum
Veterano DigiForum

Avaliações Positivas11

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Domingo, 31 de Julho de 2005
Mensagens: 7601
Localização: Recife - PE

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 2:03 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

carluba, Ainda não tive a chance de lhe conhecer pessoalmente (tenho certeza de que nos conheceremos), mas além de uma enorme admiração pelas suas fotos, só posso lhe elogiar e parabenizar pelo espirito de luta e otimismo!!!
parabens e ainda nos encontraremos!!
abraços
pmenge =D> =D> =D>

SauloSS
Usuário Participativo
Usuário Participativo










Registrado em: Terça-Feira, 4 de Janeiro de 2011
Mensagens: 232
Localização: Florianópolis

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 2:43 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Carluba,

Comecei a fotografar por hobby há muito pouco tempo - uns 6 meses, desde que comprei a SX30 - E desde essa época comecei, por acaso, a olhar as páginas do Digiforum...
Desde esse começo admiro realmente seu trabalho, seu bom gosto, seu olhar mágico - Não é à toa que lhe chamo de 'Mestra', juntamente como outros 'mestres' (citando Silvia L, Aba, Marcos Borges)
Aprendi muito (e ainda aprendo) com suas fotos e sua maneira de olhar o mundo por trás de uma lente.
Parabenizo-a principalmente por 2 motivos: primeiro pelo seu excelente material, seja no Digiforum ou Flickr.
O segundo motivo é, como lido em diversas mensagens do Digiforum, por angariar e cultivar a verdadeira amizade. Aquela que ultrapassa tempo e distância. E isso é facilmente notado pelo carinho com que as pessoas falam de/com você.

Não lhe conheço pessoalmente (acredito que futuras oportunidades não faltarão, visto que moramos relativamente perto), mas me considero seu 'colega virtual' (pretensão, rs), com muita satisfação!

Fique com Deus e, quando vier pra Floripa ou redondezas dê um toque. Minha casa é sua casa!

Agora a pergunta:
Pergunto justamente em relação à SX30 (que é a máquina em comum): É uma máquina excelente na categoria mas, pra você, o que poderia melhorar ainda mais?

Um abraço!

_________________

SauloSS´s





AlexandreS
Veterano DigiForum
Veterano DigiForum

Avaliações Positivas1

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Terça-Feira, 5 de Agosto de 2008
Mensagens: 5032
Localização: Porto Alegre - RS

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 6:18 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

A Carmem, que tive o prazer de conhecer pessoalmente esta semana, é realmente uma pessoa especial.

Antes de a conhecer pessoalmente, sempre a tive como uma pessoa fraterna, alegre, mas ao mesmo tempo de uma fortaleza ímpar, e que encara os problemas com otimismo e esperança.

Agora, mesmo que tenhamos passado muito pouco tempo juntos, posso dizer que ela é isso e muito mais. A Carmem tem uma aura fantástica, que impregna a todos em sua volta com a mais sincera alegria. Nem mesmo a Alice, do alto de seu 1 ano e meio de vida, ficou incólume, e brincou com a "Tia Carmem" como se fossem amigas de tempos.

Acho que uma frase que ela dissse nessa entrevista define bem essa aura, essa coisa positiva que ela carrega e transmite.

Citação:
Tem quem faça promessa do tipo subir uma escadaria de igreja de joelho ou qualquer coisa que lembre sacrifício. E sou do tipo que promete ver e fotografar as coisas lindas que Deus tem para me mostrar.


Realmente, foi um grande prazer para mim e para minha família estar junto a uma pessoa tão querida, tão encantadora, e ao mesmo tempo tão forte.

Fiquei também surpreso por ter escolhido aquela foto minha. Fico feliz que ela tenha te levado este sentimento, que também é o que senti naquele momento.

Agora estamos a espera de sua próxima visita, que todos torcemos seja apenas para curtir um passeio e visitar os amigos que fez e tens por aqui yeah

Bem, deixando uma pergunta, vc tem sequencias incríveis de beija-flores, acho que feitas na sua sacada. Como é teu "modus-operandi" para conseguir estas fotos ?

Um grande beijo

Alexandre

_________________

Alexandre.Schuster´s


Canon 60D/450D-
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Aba
Veterano DigiForum
Veterano DigiForum

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Quarta-Feira, 25 de Abril de 2007
Mensagens: 5101
Localização: Recife-PE

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 6:34 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

carluba, Silvia Linhares escreveu, acredito que cada alma desce ao mundo com um script pré-definido e é exatamente o que eu penso, e nesse bendito script as vezes tambem vem algumas batalhas, mas só no dos guerreiros, acho que está explicado heheheheeheh, sou um admirador das suas fotos e a sua alegria é contagiante mesmo a distância, parabens pela entrevista e depois volto com uma perguntinha. yeah

carluba
Usuário Senior
Usuário Senior

Avaliações Positivas4

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Terça-Feira, 20 de Novembro de 2007
Mensagens: 2727
Localização: Joinville - SC

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 7:37 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

peridapituba ou, como você gosta que eu lhe chame, Peri, muito obrigada! A recíproca é verdadeira. E você não apenas mora no DF, como mora também no meu coração. Saudades do tempo da sala de estudos fotográficos. Muito aprendi com você por lá! Suas fotos também são da minha inteira admiração e passear pelo Flick ou Multiply para vê-las faz um bem enorme para meus olhos. E já está na hora de nos aproximarmos de novo nessas salas que frequentamos no DF. Já prometi e vou cumprir em breve: participar de duelos e FC, quando for possível. yeah

carluba
Usuário Senior
Usuário Senior

Avaliações Positivas4

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Terça-Feira, 20 de Novembro de 2007
Mensagens: 2727
Localização: Joinville - SC

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 7:39 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

pmenge, Muito obrigada! Também admiro muito as suas fotos! E, assim como você tem certeza, eu também tenho: ainda vamos nos conhecer pessoalmente. E tal "congresso" em Recife ainda sai, pode crer. yeah

carluba
Usuário Senior
Usuário Senior

Avaliações Positivas4

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Terça-Feira, 20 de Novembro de 2007
Mensagens: 2727
Localização: Joinville - SC

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 7:49 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

SauloSS, Muito obrigada!
E sem nenhuma pretensão... rs... considero-o um amigo virtual. E, claro, não precisamos demorar muito para sair do mundo virtual, já que nem preciso ir a Recife para conhecê-lo... rs... Florianópolis é logo ali. Já já a gente planeja alguma coisa com nossas famílias e nossas câmeras. yeah

Citação:
Pergunto justamente em relação à SX30 (que é a máquina em comum): É uma máquina excelente na categoria mas, pra você, o que poderia melhorar ainda mais?


Creio que o que poderia melhorar é tempo do disparo. Aff! Tem horas que o passarinho voa nesse lapso temporal do disparo. Poderia também ser melhor a nitidez das fotos, especialmente ao usar o zoom digital em 35X. Claro, tem muito a ver com o pulso firme. Gosto da SX30, mas tenho de dizer, não é a minha preferida. Acho que todos, inclusive você, sabem da minha paixão pela Canon S5.
Todavia, a SX30 tem recursos que gosto bastante, principalmente a possibilidade de "trazer o assunto" para mais perto pela poderosa lente dela. Ainda tenho muito o que aprender sobre os comandos e possíbilidades da SX30. Agora já até peguei o jeito dela para usar com Raynox. Mr. Green

cecgodoy
Usuário Senior
Usuário Senior

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Segunda-Feira, 3 de Janeiro de 2005
Mensagens: 4041
Localização: São Paulo / SP

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 8:12 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Oi Carmen!

Parabéns!!!

Faça minhas as palavras da Silvia, fala pelos cotovelos... hehehe!!!

Adorei conhecer você aqui no DF e pessoalmente, na viagem para Ubatuba!

Tenho acompanhado um pouco sua trajetória aqui no DF, na fotografia, e pergunto: Como você consegue dar conta de tamanha atividade, uma vez que está sempre em duas salas aqui do DF e "aprontando um monte de peripécias e viagens"???

Grande abraço.

Godoy.

Tapparo
Usuário Participativo
Usuário Participativo

Avaliações Positivas1

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sábado, 10 de Fevereiro de 2007
Mensagens: 249
Localização: castanhal - PA

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 8:12 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Carluba, apesar de pouco tempo que eu tenho participado aqui do forum te considero uma das feras do forum, assim como o ABa e a silvia e o alexandreS vc sempre da boas dicas e tem um trabalho de muita beleza, eu tenho aprendido muito e fiquei muito feliz em ver uma pessoal que não é profissional (apesar de não faltar qualidade tecnica para isso) é que não usa exclusivamente DSLR dar uma entrevista no forum isso deixa a gente feliz por ver que a pessoa é boa com um material igual ao que eu tenho em casa e isso faz com que a gente se anime ainda mais em fotografar e se aperfeiçoar.
Agradeço a vc por ter me dito que a camera era boa, lá no meu primeiro post, e que vc tinha uma, olhando as suas fotos no flickr pude ver que o problema era comigo e não com o equipamento; estou tentando melhorar para quem sabe um dia ter o olhar de fotografo que vc tem e outros aqui também.
Parabéns vc merece.
yeah

carluba
Usuário Senior
Usuário Senior

Avaliações Positivas4

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Terça-Feira, 20 de Novembro de 2007
Mensagens: 2727
Localização: Joinville - SC

 


MensagemEnviada: Qua Jun 15, 2011 8:25 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

AlexandreS, muito obrigada! O prazer em conhecer você e sua famílai foi meu também!
Escolhi sua foto porque realmente ela toca fundo como escrevi na entrevista. E ainda tem o fato de que se trata de uma foto com muita técnica, com tudo milimetricamente medido pelo mestre que você é. Aliás, se hoje consigo fotografar melhor com a T1i é graças a sua dedicação e paciência em me ensinar desde comandos da câmera até questões relacionadas à velocidade, abertura, luz e tantas outros fatores. Obrigada, meu mestre!

Citação:
Bem, deixando uma pergunta, vc tem sequencias incríveis de beija-flores, acho que feitas na sua sacada. Como é teu "modus-operandi" para conseguir estas fotos ?


Sim, as sequências de fotos de beija-flor é na minha sacada, mas já fiz sequência de foto de um beoja-flor em Ubatuba. A Silvia Linhares assitiu de perto o meu "modus-operandi"... rs... Nada muito técnico para fazer as sequências ou ensaios fotográficos com beija-flores. A primeira coisa qe faço é dar a eles o que eles gostam: um bebedouro com vitamina especial ou, na falta da vitamina, água filtrada com açúcar, cuidando sempre para manter limpo o pote. E também um galho seco para que possam sentar e fazer as poses para mim. rs...Consigo, às vezes, chegar a menos de um metro deles. E isso eu consigo fazer conversando com eles de uma forma como se eu, naquele momento, fosse a mamãe deles. Acho que qualquer ave ou animal sabe quando um ser humano gosta deles. Claro, sempre tudo com paciência, espera, persistência. Tem épocas que eles passam dias e dias sem dar sinal de vida, mas eu continuo colocando o bebedouro e deixo o galho deles na sacada. Um dia eles sempre voltam.
Já fiz um filminho de um deles há algum tempo e postei no FLickR, mas este foi através da vidraça e ele podia me ouvir, mas não me via.
http://www.flickr.com/photos/carluba64/4128255436/

Eu filmei um deles sábado passado com a SX30, mas sei lá por que não consigo converter o arquivo .MOV e poder redimensionar para postar no FlickR. Postei no You Tube. Agora sem vidraça entre o beija-flor e eu.

http://www.youtube.com/watch?v=Ux8elFP9ZPs
Mostrar os tópicos anteriores:      
Publicidade
Parceiros DigiForum
Responder Mensagem


 Ir para:   



ao menos uma das palavras
todas as palavras
frase exata



Receber rss deste tópico
Exibir próxima mensagem
Exibir mensagem anterior
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB :: phpBB Group :: FI Theme (modified) :: Todos os horários são GMT - 3 Hours :: Spam Poison :: Spam Catcher