DigiForum, comunidade online de fotografia e equipamentos fotográficos. Desde 2004 não apenas uma referência, mas sim uma realidade. Mais de 1 milhão de pessoas já obtiveram respostas sobre fotografia em nosso site. Mensalmente somos visitados por mais 140.000 visitantes únicos mensais. São 1.400.000 pageviews mensais feitos por visitantes humanos (já descontados os bots). DigiForum, comunidade online de fotografia e equipamentos fotográficos. Desde 2004 não apenas uma referência, mas sim uma realidade. Mais de 1 milhão de pessoas já obtiveram respostas sobre fotografia em nosso site. Mensalmente somos visitados por mais 140.000 visitantes únicos mensais. São 1.400.000 pageviews mensais feitos por visitantes humanos (já descontados os bots).
 FAQ  • Regras  • Pesquisar  • Membros  • Grupos  • Staff  • Portal  • Twitter DF  • Facebook DF
Registrar  • Meu Perfil  • Entrar e ver Mensagens Particulares   • Galeria de Fotos   • Loja Virtual   • Login
 Entrevista: PERIDAPITUBA

Exibir próxima mensagem
Exibir mensagem anterior

Receber rss deste tópico
Responder Mensagem
Autor Mensagem

Silvia Linhares
Mega Participativo
Mega Participativo

Avaliações Positivas8

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 26 de Outubro de 2007
Mensagens: 1783
Localização: São Paulo

 


MensagemEnviada: Ter Jul 05, 2011 8:26 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Peri, fui a primeira citada na sua entrevista, queria ser a primeira a participar dela, mas infelizmente só agora a vi. Pouco nos conhecemos, pois participamos em salas diferentes. Mas a sua participação na minha entrevista também me levou a pensar muito sobre o atual mundo da fotografia que vivemos, seja como amador ou profissional.

Publiquei no meu blog, um texto legal que achei por acaso e lembrei de você...embora tenha um ano é atualizadíssimo...

Aviso: fotógrafo também cobra por seus trabalhos - Rodrigo Baleia - 23/02/2010

Tem a ver com o que a gente falava sobre ganhar dinheiro com a fotografia. Muitos oferecem o crédito da fotografia (que é nosso por direito), como se isso pagasse conta. Graças ao seu questionamento, eu adotei uma nova postura a partir daquela reflexão.

E hoje lendo sua entrevista, vi que temos caminhos diferentes, mas muitas coisas em comum. Adoro fotografar por prazer, seja a família, amigos, minha cachorrinha, flores, pássaros ou o nada. Também odeio registrar a comiseração humana. É muito triste isso, para que registrar e se gabar disso? Vai lá e ajuda o pobre coitado e não fique se aproveitando da situação. Essa é a minha posição.

Foi muito bom ler e te conhecer um pouco mais. Teria muito prá comentar, mas vou me ater a uma pergunta:

Como você se comportaria diante de uma demanda profissional "brifada" para fotografar determinada ação de um modo pré-determinado? Ou seja, imagine que alguém te contratou para fazer uma determinada foto e disse quero assim e assado, tirando parte de sua criatividade (acontece muito isso no mundo da propaganda, onde até layout você recebe da foto que será executada). Mesmo bem remunerado por isso, como você reagiria? Aproveitaria e faria algumas diferentes e a defenderia perante os contratantes, ou faria apenas o básico?

Adorie a entrevista e quero reler com calma. Falta botar o Marcos aqui na berlinda como entrevistado agora...

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Ter Jul 05, 2011 8:33 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

AlexandreS escreveu:
peri, não poderia deixar de passar por aqui para te parabenizar pela magnífica entrevista.

Posso dizer que vc foi uma das pessoas que teve influência sobre a forma como de fotografar hoje, muito embora ainda tenha um vasto caminho de conhecimento pela frente Smile

Quando comecei a fotografar com lentes manuais, comecei a procurar pessoas que também fizessem uso destes recursos. Depois de um tempo encontrei vc e outros foristas no Sony Alpha e mais alguns espalhados em outros tópicos no forum. A partir daí é que realmente tomei gosto pela coisa. Hoje posso me dizer um "viciado", se abrir minha bag agora encontrará apenas as manuais fixas, as eletrônicas e zoom estão todas guardadas em um dry box esperando o momento em que elas serão necessárias yeah

Aliás, vc escreveu uma frase na sua entrevista que sintetiza de forma extraordinária o que também penso:

Citação:
Gosto de ver no visor as áreas entrando e saindo do foco, gosto de girar o anel de foco de forma macia e ver como se comporta a imagem, gosto de fotografar de maneira calma e consciente.


Em relação à sua fotografia, duas coisas sempre me chamaram a atenção:

- A grande força compositiva. Suas fotos via de regra tem muita força e saber que vc não utiliza crop reforça ainda mais o valor da composição;

- A conversão primorosa. Gosto das conversões que vc, faz principalmente de paisagens. É o uso da ferramenta de edição para extrair o máximo do que o seu equipamento fornece.

No momento não me vem nenhuma pergunta à cabeça. então parabéns novamente pela entrevista, e um grande abraço yeah


Alexandre,

Eu é que tenho de agradecer por vc expor que de alguma forma eu tenha conseguido passar algo pra vc.

Como eu falei na entrevista, influenciamos e somos influenciados.

Na maioria das vezes quando estamos em ambientes como fóruns e listas de discussões estas influências sempre acontecem ... e o bom é que sempre será uma via de mão dupla.

O camarada pode ter anos de estrada e uma simples visão lhe trás um conceito ou uma ideia, e isto é muito legal.

Sobre composições ...

É o que eu mais gosto de fazer.
Portanto, na verdade, suas palavras são entendidas por mim como um tremendo de um elogio e eu te agradeço por isto, de verdade. yeah

Sobre tratamentos ...

Cara, como eu passo tempo tratando meus raw's.
No início era algo apenas básico, mas com o passar do tempo a edição ficou cada vez mais minuciosa e mesmo assim tem horas que acho que poderia até melhorar.

Mas uma coisa é ponto pacífico, o raw nos dá uma margem de trabalho quase que infinita e se posso dar um conselho a quem ler a entrevista é que invista no formato.

O resultado pode demorar um pouquinho a acontecer, mas é muito prazeroso.

Como imprimo muito, eu vejo aqui in loco o resultado do trabalho e o tempo que "perco" na tela.

É instigador isto.

Obrigado pela vinda meu velho, foi um prazer.

Abraços, yeah

carluba
Usuário Senior
Usuário Senior

Avaliações Positivas4

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Terça-Feira, 20 de Novembro de 2007
Mensagens: 2727
Localização: Joinville - SC

 


MensagemEnviada: Ter Jul 05, 2011 8:42 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

peridapituba, obrigada pela atenção!
Que coisas mais lindas essas composições em estradas secundárias e de terra batida! Aí, em estradas assim, fica bem mais tranquilo fazer uma foto ao volante.
Agora em rodovias como as outras fotos... diz para a sua esposa que eu também não fico nada satisfeita com isso. Dirigir e fotografar ao mesmo tempo NÂÂÂÂÂÂÂO POOOOODE! Mr. Green Mr. Green Sinta-se com um baita puxão de orelha! Mr. Green Mr. Green Pára o carro no acostamento e faz a foto. Eu sei, aí muita composição já era, mas a vida vale muito mais que qualquer composição, certo? Deixa para fazer fotos ao volante em cenários como esses acima. Valem muito mais que composições no asfalto. yeah yeah

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Ter Jul 05, 2011 9:18 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Agora que a Carmem vai ao delírio ... esta resposta vai ser grande. Mr. Green

Sílvia linhares escreveu:
Peri, fui a primeira citada na sua entrevista, queria ser a primeira a participar dela, mas infelizmente só agora a vi. Pouco nos conhecemos, pois participamos em salas diferentes. Mas a sua participação na minha entrevista também me levou a pensar muito sobre o atual mundo da fotografia que vivemos, seja como amador ou profissional.

Publiquei no meu blog, um texto legal que achei por acaso e lembrei de você...embora tenha um ano é atualizadíssimo...

Aviso: fotógrafo também cobra por seus trabalhos - Rodrigo Baleia - 23/02/2010

Tem a ver com o que a gente falava sobre ganhar dinheiro com a fotografia. Muitos oferecem o crédito da fotografia (que é nosso por direito), como se isso pagasse conta. Graças ao seu questionamento, eu adotei uma nova postura a partir daquela reflexão.


Olha que coincidência isto ...

Semana passada, ou retrasada, eu estava no BrFoto e o Rodrigo Pereira pubicou um artigo, inicialmente publicado no seu blog Camara Obscura sobre autoria de imagens.

Para não me alongar vou apenas resumir e deixar o link para o artigo se alguém quiser ler.

Resumidamente ele dizia que a autoria deve ser compartilhada (socializada no meu entender) e esta forma de compartilhamento deve ser distribuída livremente para que o conhecimento seja difundido.

O artigo é este: Sobre autoria.

Vale dizer que até então meu pensamento era de tal forma que eu deixava minhas fotos do Flickr sobre a tutela CC - Creative Commons.

Esta era a atribuição padrão, excetuando-se apenas as fotos familiares que estavam com "todos os direitos reservados".

Para quem não conhece, mais uma leiturinha básica: Creative Commons.

Beleza.

A partir das discussões que se seguiram na publicação do artigo do Rodrigo lá no BrFoto, o Ivan se manifesta e expõe seu pensamento em relação ao assunto e depois publica em seu blog o seguinte artigo: Autoria é trabalho continuado.

Aí a gente começa a pensar ... me lembrei de vc e da conversa que tivemos na sua entrevista ...

A gente trabalha (no seu casos às vezes penosamente carregando fardos de equipamentos como burros de carga - desculpe, mas é apenas uma ilustração), dá duro pra tratar as imagens, passa fome no autódromo, deixa de estar fazendo outra coisa (numa praia tomando uma gelada, por exemplo), e vem os espertinhos de plantão e querem tudo de graça, no mole, como no artigo que vc postou.

A gente pena pra ter conhecimento, gasta tempo nisto, inve$$$te e ... tem de socializar tudo isto ???

Me desculpem a palavra ... o cacete!!!

Quer ter a imagem ??? ... paga!!!

Ou vai ralar pra ter a mesma qualidade, ter o mesmo desempenho que temos e estudar e perder o tempo que perdemos.

O seu artigo vem numa hora muito pontual, porque revela destas coisas que a gente tem de passar.

A partir do artigo do Ivan e de meus pensamentos, hj em dia minhas imagens, TODAS, tem direitos reservados.

Lógico que há momentos que posso liberar ... por exemplo, se vc solicita uma imagem com intuito de uma exemplificação, eu vou liberar.

O Ivan me pediu uma dias atrás ... liberei com o maior prazer do mundo e vou liberar sempre que ele quiser.

Mas, quando se trata destes porpósitos que a gente percebe que existe má fé ... o não é bem redondo e muito rápido.

As pessoas tem de ter o direito de defender suas criações, principalmente num país como o nosso, onde a maracutaia e a lei de Gerson imperam.

Citação:

E hoje lendo sua entrevista, vi que temos caminhos diferentes, mas muitas coisas em comum. Adoro fotografar por prazer, seja a família, amigos, minha cachorrinha, flores, pássaros ou o nada. Também odeio registrar a comiseração humana. É muito triste isso, para que registrar e se gabar disso? Vai lá e ajuda o pobre coitado e não fique se aproveitando da situação. Essa é a minha posição.


Isto mesmo.
O cara não estende a mão pra ajudar ...mas tem coragem de levantar a câmera para fotografar e ainda sai se vangloriando.

Citação:

Foi muito bom ler e te conhecer um pouco mais. Teria muito prá comentar, mas vou me ater a uma pergunta:

Como você se comportaria diante de uma demanda profissional "brifada" para fotografar determinada ação de um modo pré-determinado? Ou seja, imagine que alguém te contratou para fazer uma determinada foto e disse quero assim e assado, tirando parte de sua criatividade (acontece muito isso no mundo da propaganda, onde até layout você recebe da foto que será executada). Mesmo bem remunerado por isso, como você reagiria? Aproveitaria e faria algumas diferentes e a defenderia perante os contratantes, ou faria apenas o básico?


Eu penso que a partir do momento que a pessoa é contratada e paga para fazer certo serviço, e aceita isto, ele tem de fazer o que foi contratado, sem pestanejar e sem tentar impor sua vontade.

É aquela história do cliente ter sempre razão.

No meu caso eu faria exatamente o que o contratante quer, sem tirar nem por.

Mas tenho certeza que no meio das fotos eu faria algumas da minha maneira e até mostraria para a pessoa responsável pelo briefing ... quem sabe desta forma não poderia haver uma mudança de planos?

Acho que valeria a tentativa.

Citação:

Adorie a entrevista e quero reler com calma. Falta botar o Marcos aqui na berlinda como entrevistado agora...


Vai chegar a hora do Cabra. Mr. Green

Beijos, Sílvia, yeah

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Ter Jul 05, 2011 10:07 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

carluba escreveu:
peridapituba, obrigada pela atenção!
Que coisas mais lindas essas composições em estradas secundárias e de terra batida! Aí, em estradas assim, fica bem mais tranquilo fazer uma foto ao volante.
Agora em rodovias como as outras fotos... diz para a sua esposa que eu também não fico nada satisfeita com isso. Dirigir e fotografar ao mesmo tempo NÂÂÂÂÂÂÂO POOOOODE! Mr. Green Mr. Green Sinta-se com um baita puxão de orelha! Mr. Green Mr. Green Pára o carro no acostamento e faz a foto. Eu sei, aí muita composição já era, mas a vida vale muito mais que qualquer composição, certo? Deixa para fazer fotos ao volante em cenários como esses acima. Valem muito mais que composições no asfalto. yeah yeah


Tá certo, prometo que vou pensar. Mr. Green
E pro asfalto tem a Sílvia, que é craque.

yeah

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Ter Jul 05, 2011 10:17 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Outro artigo que merece ser lido e que tem correlação com o falado anteriormente:

Abaixando a Máquina - Ética e Dor no Fotojornalismo Carioca, de Guillermo Planel e Renato de Paula.

Aqui o trailer: http://www.youtube.com/watch?v=JGk6J59C7OE

yeah

rafakareka
Usuário Participativo
Usuário Participativo

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Domingo, 3 de Abril de 2011
Mensagens: 337
Localização: São Paulo, SP

 


MensagemEnviada: Ter Jul 05, 2011 10:54 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Peri, parabéns pela entrevista!

Fico feliz também pela sua participação relativamente recente na sala de vidrinhos m42 que veio agregar um material fotográfico interminavel!

Nem vou comentar sobre as suas composições, que já á foram amplamente discutidas aqui e concordo com o que os colegas já disseram.Sempre que consigo fazer uma foto com uma composição bacana a partir de uma cena "comum", ou vejo alguma foto de alguém deste tipo lembro de suas fotos!

Quanto ao UniWB, também foi um presente pra mim essa técnica (que devo confessar que ainda não uso sempre, mas estou me acostumando). Realmente te dá um controle fantástico.

Além de utilizar raw com UniWB, fotos sem crop nem outras edições do tipo endireitar e coisa e tal, tem algum tipo de edição mais avançada que vc faz, mesmo que por teste (como exemplo redução de ruído em situações que te obrigam a usar um ISO muito alto, ou HDR, ou mesmo algum fitro de fotoxopi)?

Um grande abraço!

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Qua Jul 06, 2011 7:20 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

rafakareka escreveu:
Peri, parabéns pela entrevista!

Fico feliz também pela sua participação relativamente recente na sala de vidrinhos m42 que veio agregar um material fotográfico interminavel!

Nem vou comentar sobre as suas composições, que já á foram amplamente discutidas aqui e concordo com o que os colegas já disseram.Sempre que consigo fazer uma foto com uma composição bacana a partir de uma cena "comum", ou vejo alguma foto de alguém deste tipo lembro de suas fotos!

Quanto ao UniWB, também foi um presente pra mim essa técnica (que devo confessar que ainda não uso sempre, mas estou me acostumando). Realmente te dá um controle fantástico.

Além de utilizar raw com UniWB, fotos sem crop nem outras edições do tipo endireitar e coisa e tal, tem algum tipo de edição mais avançada que vc faz, mesmo que por teste (como exemplo redução de ruído em situações que te obrigam a usar um ISO muito alto, ou HDR, ou mesmo algum fitro de fotoxopi)?

Um grande abraço!


Olá, Rafael. yeah

Pra começar, eu uso o LR, porque foi o editor onde eu consegui melhores resultados e mais me senti confortável usando.

Tentei usar outros, como o Raw Therapee e o Phase One, mas não consegui me adaptar ao workflow de trabalho deles.

Sobre sua pergunta, não.

Não uso nenhum redutor de ruídos específico que não a própria técnica do UniWB que por si só já dá um resultado legal.

Invariavelmente no próprio LR existe um redutor de ruídos, que se eu achar necessário dou uma bolinha, bem básica.

Mas isto é raro, quase nunca é preciso.

Vale lembrar, entretanto, que grande parte do ruído que vemos na tela (quando não são tão gritantes) não vai aparecer na foto impressa.

HDR eu não faço porque não acho que seja preciso para o tipo de imagem que capto.

Mas acho a técnica interessante e gosto muito dos trabalhos em HDR de 2 contatos de Flickr, veja só:

Water Bowl.

ViaMoi.

São HDR's diferentes, com um lado mais artístico que me agradam.

Filtros diferenciados de vez em quando eu uso sim, como nesta foto abaixo, mas isto não é algo que eu faça com regularidade.




Image

Abraços, yeah

PS: Rafael, obrigado pela MP e pelas palavras gentis que vc disse por lá.

yeah

Marcos Borges Filho
Veterano DigiForum
Veterano DigiForum

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sábado, 29 de Setembro de 2007
Mensagens: 5973
Localização: João Pessoa - Paraiba

 


MensagemEnviada: Qua Jul 06, 2011 10:39 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Peri, uma questão do Luis Claudio Marigo que tem prestigiado sempre nossos entrevistados:

Citação:
Peri,

Eu adoro a fotografia do Cartier-Bresson, para mim, um grande mestre da
fotografia, mas essa do cara pulando a poça d'água perto da estação Saint
Lazare sempre me intrigou. O Bresson sempre falou de não posar as fotos, mas
repara só: o cara vem com cuidado, andando sobre a escada caída na poça e de
repente dá um salto para tchibum!, se molhar e espalhar água para todo lado.
Ele pulou e vai cair dentro da poça d'água! Isso não faz sentido. Acho que o
Cartier-Bresson combinou com o cara para ele dar o pulo e ele fotografar na
hora. E pode até ter oferecido uma grana pelo prejuízo que o cara vai ter.
O que você acha disso?

Luiz Claudio Marigo

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Qua Jul 06, 2011 11:59 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Marcos Borges Filho escreveu:
Peri, uma questão do Luis Claudio Marigo que tem prestigiado sempre nossos entrevistados:

Citação:
Peri,

Eu adoro a fotografia do Cartier-Bresson, para mim, um grande mestre da
fotografia, mas essa do cara pulando a poça d'água perto da estação Saint
Lazare sempre me intrigou. O Bresson sempre falou de não posar as fotos, mas
repara só: o cara vem com cuidado, andando sobre a escada caída na poça e de
repente dá um salto para tchibum!, se molhar e espalhar água para todo lado.
Ele pulou e vai cair dentro da poça d'água! Isso não faz sentido. Acho que o
Cartier-Bresson combinou com o cara para ele dar o pulo e ele fotografar na
hora. E pode até ter oferecido uma grana pelo prejuízo que o cara vai ter.
O que você acha disso?

Luiz Claudio Marigo


Bem, Marigo, em 1º lugar a gente deveria dar um crédito ao invés de duvidar (falo de forma geral, não estou afirmando que vc duvida do HCB).

Mas me parece ser da natureza humana a dúvida e a não aceitação de certas coisas.

Talvez seja mais fácil a gente não aceitar que ele fez a foto como disse em contrapartida de aceitar que o Bresson era realmente o gênio que era.

Por tudo que ele fez e mostrou eu prefiro aceitar o que ele disse, mas muita gente insite em duvidar.

Vc é um fotógrafo experimentado de nível nacional, quiçá mundial, e também já deve ter passado por isto ...

Quantas vezes vc já não teve algumas de suas fotos questionadas e teve de dar explicações sobre ela?

E, talvez, mesmo depois de dadas, ainda sofreu com a desconfiança daquela imagem não ter sido feita exatamente da forma que vc fez e a dúvida permaneceu no ar.

Eu acho isto natural pela própria natureza de nós humanos, de sermos sempre desconfiados e ter um pé atrás em certas coisas.

É assim mesmo, uma coisa normal ... quando estamos diante de alguma imagem forte parece que sempre damos valor ao "negativo" (ou procuramos "defeitos") ao invés de aceitar e reconhecer um trabalho bem feito.

De minha parte eu sempre procuro escutar o autor e dar-lhe o crédito pelo que disse, é o mínimo, acreditar nas pessoas.

Com o tempo de convívio e observando a obra dele tudo se afirma ... ou se desfaz ... e aí a gente fica sabendo se pode realmente dar crédito ou não a certas pessoas ...

Acho que o Bresson tem crédito suficiente, não é? - risos

Mas, agora indo na mesma direção da sua pergunta ... E se realmente isto ocorreu?

E se o Bresson fez tudo isto que vc supôs?

Que força a imagem perderia?

Pra mim, nenhuma, seria apenas uma mentira por parte dele, mas a obra estaria aí para ser vista e apreciada com a mesma força.

Infelizmente ele não está mais aqui para dar sua opinião, ou quem sabe até já deu ... não importa.

O que importa é o resultado que ele conseguiu, e mesmo que tenha sido posada e dirigida, ao menos ele mostrou um talento a mais, de direção de cenas.

Coisa que muita gente também tenta, mas não consegue - risos

Eu ainda fico com a versão que ele tanto difundiu e provou ser capaz de fazer.

Escolher um cenário, compor e esperar pelo momento decisivo.

Abraços, yeah

Marcos Borges Filho
Veterano DigiForum
Veterano DigiForum

Avaliações Positivas2

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sábado, 29 de Setembro de 2007
Mensagens: 5973
Localização: João Pessoa - Paraiba

 


MensagemEnviada: Qui Jul 07, 2011 9:30 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Peri, o Marigo segue pensando com você sobre a foto do Bressom:


Citação:
Peri, eu concordo com você (o Bresson é um grande fotógrafo e se ele posou a foto, mostrou que é um grande diretor de cena!), mas o que tem Cartier-Bresson ser um grande fotógrafo com a incongruência daquela cena? Para mim, é claro que o cara não andaria na escadinha para depois dar um tchibum na água. Isso não bate! Acho mesmo que ele fez o cara posar.
Mas porque ele tira toda aquela onda de ficar de tocaia e esperar o momento decisivo? Por que não diz que a foto é posada e é uma bela foto e pronto?

Um abraço,
LC Marigo

reislanes
Muito Participativo
Muito Participativo

Avaliações Positivas1

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Quinta-Feira, 8 de Mai de 2008
Mensagens: 800
Localização: Belém-PA

 


MensagemEnviada: Qui Jul 07, 2011 2:08 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Olha só rapaz, foi uma boa leitura. Me custou as duas horas do almoço mas tudo bem, valeu a pena! (risos).

O Peri é uma destas pessoas que você nunca viu pessoalmente, mas parece até que é da família. E por nos brindar com as fotos de seu cotidiano e sua família, faz com que quem acompanhe sua produção se sinta de certa forma inserido no seu convívio.

Por falar do que não é necessariamente belo, mas que incluimos nas fotos por ser assim mesmo que a cena se apresenta, lembrei de uma foto antiga que publiquei numa foto-crítica de um assunto pouco fotogênico e que à época foi considerado "assunto não mui digno de ser fotografado" (risos)



Image
Na mosca por reislanes, no Flickr

Você consideraria a mesma opinião da época hoje em dia?

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Qui Jul 07, 2011 3:28 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

Marcos Borges Filho escreveu:
Peri, o Marigo segue pensando com você sobre a foto do Bressom:


Citação:
Peri, eu concordo com você (o Bresson é um grande fotógrafo e se ele posou a foto, mostrou que é um grande diretor de cena!), mas o que tem Cartier-Bresson ser um grande fotógrafo com a incongruência daquela cena? Para mim, é claro que o cara não andaria na escadinha para depois dar um tchibum na água. Isso não bate! Acho mesmo que ele fez o cara posar.
Mas porque ele tira toda aquela onda de ficar de tocaia e esperar o momento decisivo? Por que não diz que a foto é posada e é uma bela foto e pronto?

Um abraço,
LC Marigo


Bem ... é complicado, Marigo ...

Eu gostaria de saber a verdadeira história da foto.

O HCB disse que foi uma foto feita nos moldes de como ele costuma fazer (compondo e esperando o momento)?

Se ele disse que sim, como provar que não foi?

E o principal, POR QUE provar o contrário?

Por que existe esta vontade?

Nós vamos ficar discutindo e supondo a vida toda e não vamos chegar a conclusão pelo simples fato de não estarmos lá pra saber.

Ou vamos acreditar no que ele diz ou não vamos ... e aí, meu caro, não podemos chegar a conclusão alguma.

Citação:
Mas porque ele tira toda aquela onda de ficar de tocaia e esperar o momento decisivo? Por que não diz que a foto é posada e é uma bela foto e pronto?


Vai saber.
A opinião dele é que a foto foi 'tocaida' e esperada pelo momento.

Se ele não disse ao contrário, das 2 uma ... ou não quis dizer (ou mentiu, ou todas as variávies que apontam neste sentido).

Ou realmente foi da forma costumaz dele fazer.

Ele pode tirar onda, porque foi quem foi ... simples.

Como a Leibovitz pode, como o Salgado pode, como o Salvador Dali na área dele pode, como o Oscar Nyemeyer pode, como o Pelé pode (o Maradona NÃO PODE - risos), como o Kelly Slater pode, como os Michael's (Jackson e Jordan)podem, como o Sena pode, e etc ...

Existem pessoas que são iluminadas e por isto chegam ao patamar que chegaram, não nos cabe discutir muito este sentido.

Ou aceitamos ou não aceitamos.

O fato é, o HCB É O cara ... pra mim foi.

Mas quanto a gostar e aceitar isto, depende de cada um de nós.

Só não podemos esquecer que a obra tá aí pra ser vista e analisada ... e, sabemos, quando se fala do Bresson o buraco é beeeeeem mais embaixo. - Wink

Abraços, yeah

peridapituba
Eu moro aki!
Eu moro aki!

Avaliações Positivas3

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Mai de 2007
Mensagens: 14733

 


MensagemEnviada: Qui Jul 07, 2011 6:10 pm Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

reislanes escreveu:
Olha só rapaz, foi uma boa leitura. Me custou as duas horas do almoço mas tudo bem, valeu a pena! (risos).

O Peri é uma destas pessoas que você nunca viu pessoalmente, mas parece até que é da família. E por nos brindar com as fotos de seu cotidiano e sua família, faz com que quem acompanhe sua produção se sinta de certa forma inserido no seu convívio.

Por falar do que não é necessariamente belo, mas que incluimos nas fotos por ser assim mesmo que a cena se apresenta, lembrei de uma foto antiga que publiquei numa foto-crítica de um assunto pouco fotogênico e que à época foi considerado "assunto não mui digno de ser fotografado" (risos)



Image
Na mosca por reislanes, no Flickr

Você consideraria a mesma opinião da época hoje em dia?


Citação:
foi considerado "assunto não mui digno de ser fotografado" (risos)


Fui eu quem disse isto ??? ... sinceramente, não me lembro.

Mas se fui eu (particularmente acho que não foi), minha opinião hoje não é a mesma.

Naturalmente existem assuntos que quando são fotografados causam repugnância.

Outros causam estranheza ... enfim ...

Outros não podem sequer ser mostrados livremente ... há alguns anos eu publiquei uma série de retratos que só pode ser vinculada em uma lista fechada e apenas algumas pessoas mais próximas tiveram acesso a esta lista (O Ivan, o Marcos e o Eduardo foram alguns destes ... vc também viu a pasta).

Então a fotografia também tem destas coisas, nem todo assunto é bem recebido quando é publicado.

Mas mesmo assim, o que vale mais é o autor saber e ter ciência do que faz.

Agindo desta forma, e sendo sempre verdadeiro consigo mesmo, as opiniões e feedback que se recebe são sempre legais, mas não necessariamente são algo a se balizar.

Devemos nos calçar no que sentimos e no que acreditamos, sem pensar em fazer para agradar a terceiros (devemos nos agradar antes de tudo), e seguir em frente.

Abraços, Ernani, yeah

reislanes
Muito Participativo
Muito Participativo

Avaliações Positivas1

Avaliações Neutras0

Avaliações Negativas0




Registrado em: Quinta-Feira, 8 de Mai de 2008
Mensagens: 800
Localização: Belém-PA

 


MensagemEnviada: Sex Jul 08, 2011 11:12 am Responder com CitaçãoVoltar ao Topo

A opinião na ocasião não foi sua, houve uma discussão muito produtiva na época da qual vc participou! Me Serviu de baliza pra não dar muita bola a tudo que dizem de forma grosseira (estava iniciando em fóruns) e a dar importância ao que dizem de forma sincera.

Um grande abraço! yeah
Mostrar os tópicos anteriores:      
Publicidade
Parceiros DigiForum
Responder Mensagem


 Ir para:   



ao menos uma das palavras
todas as palavras
frase exata



Receber rss deste tópico
Exibir próxima mensagem
Exibir mensagem anterior
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB :: phpBB Group :: FI Theme (modified) :: Todos os horários são GMT - 3 Hours :: Spam Poison :: Spam Catcher